Facebook Twitter Google

Nova ferramenta para abertura de Chamados/Tickets para suporte do ERPNOW


by Equipe ERPNOW - 10/01/2022


Olá, tudo bem?
😃

 

Estamos como uma nova ferramenta para abertura de chamado, para melhorar ainda mais a nossa comunicação.


Abrir Tickets

Ao acessar o sistema ERPNOW no menu MAIS> Abrir novo chamado, você irá visualizar a nova tela de Chamados/Tickets.



A seguinte tela aparecerá:





Para abrir Novo chamado clicar no botão +, Novo Ticket




Após colocar as informações, clicar no botão
Enviar Ticket.

 
Importante: Para que você tenha uma solução rápida, detalhe as informações, dúvidas ou o que está ocorrendo com o sistema.




Prontinho! Seu chamado foi enviado para a equipe responsável
.

Acompanhamento dos Chamados

Nesta tela, você vai acompanhar através do seu ticket a evolução do chamado até a solução do problema.



A vantagem é que todo processo ficará registrado e servirá para pesquisas e análises de dados estatísticos dos chamados registrados, para melhorarmos a nossa parceria.








Central de Ajuda  


Você poderá interagir com a opção da CENTRAL DE AJUDA, onde terá acesso às atualizações da base de conhecimento do sistema ERPNOW




Nesta tela abaixo você digita o tópico em que deseja ajuda que o sistema irá buscar na base de conhecimento do ERPNOW se existe um artigo correspondente para auxilia-los.



O nosso horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, exceto feriados.

Viu como é simples?

Quando precisar é só abrir um ticket! Conte sempre com a gente, OK?


Por hoje é só! Até a próxima e bons negócios!

 

https://www.erpnow.com.br/?utm_source=blog.erpnow.com.br&utm_medium=referral&utm_campaign=BannerFimdePost

Os 5 pontos indispensáveis para gerir uma assistência técnica




by Equipe ERPNOW - 06/01/2022


Assistências técnicas são empresas criadas para dar algum tipo de suporte, conserto e atendimento para equipamentos de outras empresas, ou com exclusividade. Mesmo que a assistência técnica seja da mesma empresa, pode ser que no CNPJ elas sejam firmas separadas. 

A gestão de uma assistência técnica precisa contemplar a comunicação com diversos públicos como: consumidores, técnicos, atendimento, fábrica e outros fornecedores. Apesar de na fachada a AT receber o nome da empresa que ela presta serviço, da porta para dentro ela tem um nome  e razão social própria. Isso precisa ficar claro para as pessoas que trabalham lá e também para os consumidores. 

Hoje vamos falar alguns pontos de atenção na hora de gerir uma AT:


1. Definir se a sua empresa será uma Autorizada ou prestará serviços para diversos equipamentos independente da marca.

Existem as assistências técnicas autorizadas, ou seja, elas foram testadas e aprovadas pelas empresas desenvolvedoras dos produtos a prestar esse serviço para os consumidores. Assim como existem as assistências técnicas não autorizadas, o que não significa que prestam um serviço ruim, só que não são a indicação prioritária de atendimentos.

As autorizadas costumam ter mais acesso à peças originais direto com a fábrica, algo especialmente útil se o cliente quer arrumar seu equipamento de forma que ele fique o mais parecido possível com a versão original. No caso de equipamentos dentro da garantia, são as autorizadas que fazem a interface entre os consumidores e a fábrica. 


2. Definir como se dará o atendimento aos clientes   

As assistências técnicas podem funcionar em lojas, recebendo o público, ou somente em um escritório e laboratório de testes e consertos, sem receber as pessoas. Também é possível fazer o atendimento no local que o cliente precisa, normalmente no caso de máquinas maiores como lavadoras domésticas, quando o cliente não tem tanta condição de levar até a assistência. 

Em todos os casos, a AT precisa registrar quando os clientes entram em contato e organizar as visitas e os atendimentos. Estando no mesmo local físico dos técnicos, ou trabalhando de forma remota, esse registro de chamados precisa ser informatizado e padronizado. 


3. Abertura de Chamados: como as demandas dos clientes serão tratadas pela AT  

A jornada de um cliente em contato com a AT normalmente começa por uma pesquisa na internet ou telefonema para a Empresa onde ele adquiriu o bem. 

Vamos supor um celular da marca fictícia "Pêra", se o cliente está com problemas com seu celular, irá procurar o site ou telefone da marca Pêra, então descobrirá que precisa procurar na verdade uma assistência técnica autorizada da marca Perâ, mais próxima de sua residência.

Quando o cliente finalmente entra em contato com a AT, já fez algumas ligações e por isso já explicou seu problema algumas vezes para outros atendentes. Por isso, sua expectativa é que aquela seja a última ligação ou contato antes de ter o problema resolvido.

Por isso, a agilidade é fundamental. Cada vez que o cliente entra em contato com a AT para perguntar sobre algo, solicitar uma manutenção ou reparo, a AT abre um chamado para esse cliente. Esse chamado é uma ferramenta de comunicação entre a AT e o cliente, normalmente gerando um número de protocolo para que possa ser feito o acompanhamento da questão. 


4. Ordem de Serviço: como as demandas serão atendidas pelos técnicos
 
A rotina de uma AT prevê a solução dos mais diversos problemas, desde o mais simples reparo em uma máquina, ou mesmo uma orientação de como ligar o equipamento corretamente na corrente elétrica. 

Para cada ação que os técnicos terão com equipamentos dos clientes, a AT gera uma ordem de serviço (OS). Um documento de comunicação interna que precisa informar tudo que o técnico precisa saber antes de sair para uma visita, ou começar o reparo em algo no laboratório:

    • nome do cliente (pessoa ou empresa)
    • nome do solicitante da OS
    • motivo do chamado (por exemplo "celular não liga", ïmpressora não imprime")
    • número do chamado
    • data e hora do agendamento (para o caso de visitas)
    • quem fará o atendimento (nome, número do técnico)
    • onde será o atendimento (laboratório da AT, local do cliente, endereço, etc)
    • necessita orçamento (algumas visitas e reparos podem estar inclusas na garantia da Marca ou mesmo da AT responsável)

Esta lista é um modelo básico de OS que pode atender as mais diversas AT. Vale editar esse modelo de forma a contemplar as necessidades de sua rotina.


5. Lista de tarefas e pendências: organizando a rotina de uma AT

Uma coisa é o que o cliente vê e tem contato, ou seja, atendimento telefônico ou recepção, visita do técnico ou recebimento de orçamento. Outra coisa é como a AT se organiza do lado de dentro do balcão.

    • Dos chamados gerados, quais precisam de visita, de orçamentos, ou podem ir direto para a manutenção do técnico?
    • Qual técnico vai lidar com quais equipamentos e marcas? 
    • Qual a ordem das visitas dos técnicos, conforme a chegada de mais OS?
    • Qual ferramenta de comunicação o atendimento vai usar para entrar em contato com técnicos?
    • A OS de um técnico pode gerar uma ordem de venda - no caso de peças de reposição, por exemplo?

Um leque de opções se abre quando pensamos nos mais diversos equipamentos que podem precisar de reparos e manutenção. Por isso, ter de forma organizada os serviços que são prestados por sua AT e quais seus técnicos e prestadores de serviço, traz agilidade e eficiência para a empresa. 

Chamados e Ordens de Serviço precisam ser gerados e armazenados em sistemas seguros e digitalizados, de forma que a informação fique disponível para as equipes, técnicos e possa ser verificada no caso de clientes recorrentes. 

Neste texto aqui em nosso blog tem alguns exemplos de como os Chamados e OS podem funcionar em sistemas de gestão integrada, como o ERPNOW. 


Por hoje é só! Até a próxima e bons negócios!

 

https://www.erpnow.com.br/?utm_source=blog.erpnow.com.br&utm_medium=referral&utm_campaign=BannerFimdePost

Modelos de proposta de venda




by Equipe ERPNOW - 23/12/2021


Existe uma etapa no processo de negociação de venda que não pode ser ignorada: o envio da proposta comercial. Mais complexa que um orçamento, porém mais simples que um contrato.  É na proposta comercial que a empresa pode apresentar-se mais detalhadamente para seu cliente, mostrar o que faz, como faz e quais os recursos envolvidos. 
 
Uma proposta comercial caprichada pode ser a diferença entre conquistar ou não o cliente. Normalmente um modelo de proposta comercial é redigida e editada pela equipe de vendas, e a cada cliente essa proposta é editada e enviada por e-mail, ou mesmo entregue em mãos no caso de reuniões presenciais. 
 
Sabemos que propostas que são enviadas mais rápido - logo após a solicitação do possível cliente, tem mais chances de serem aceitas. Agilidade e assertividade são valores levados em conta na hora de optar por este ou aquele fornecedor. 
 
Por isso, pode ser interessante deixar modelos de propostas comerciais previamente salvos em seus sistema de gestão. Assim, no dia a dia sua equipe de vendas precisará somente inserir as informações que mudam de fato, a cada nova compra.
 
Por exemplo: o logo da sua empresa muda? Os produtos que você vende ou aluga mudam? Seu endereço ou formas de contato mudam a cada nova proposta? Se não mudam, podem ficar pré-escritos só aguardando os dados personalizados dos clientes, como: nome, e-mail, data da solicitação, endereço, tipo de produto ou serviço que melhor se aplica, tempo de validade da proposta, etc. 
 
Hoje, vamos apresentar alguns modelos de propostas comerciais que podem te inspirar para criar os seus personalizados. Depois, vá até este texto aqui em nosso blog onde ensinamos como adicionar uma chamado para ação em sua proposta comercial digital. 



Modelo 1 - Simples e Direta


(Dados da empresa que escreve a proposta) 
 
Logo
Endereço
 
 
(Dados do potencial cliente)
 
Razão Social
Endereço
Cidade
Contato:
Telefone:
E-mail: 
 
Número da Proposta 
 
PROPOSTA COMERCIAL
 
(Tabela ou lista com o descritivo)
 
Código do produto / Descrição / Quantidade / Valor unitário / Valor Total / Desconto / Total final
 
INFORMAÇÕES COMERCIAIS
 
Prazo de entrega
Informações e condições de pagamento
Informações sobre entrega e garantia
Informações e logos sobre os fornecedores que compõem sua entrega (se fizer sentido)
Validade da proposta (10 dias, 15 dias, 30 dias)
 
Saudação 
 
Contatos de quem envia para mais informações (nome, e-mail e telefone)
 


Modelo 2 - mais próxima do cliente  

Logo
 
(Informações da cliente)
Nome da empresa cliente
A/C (nome do funcionário/a da empresa a qual se destina a proposta)
Telefone:
E-mail:
 
Número da Proposta:
 
(Mensagem personalizada)
Conforme sua solicitação, segue a proposta comercial para os produtos/serviços solicitados. 
Constam neste documento, os valores de cada produto e os serviços que serão realizados. 
Descrição do Investimento 
(tabela o lista dos produtos/serviços propostos com as informações a seguir)
Código do Produto /  Descrição / Complemento/Observações  / Quantidade / Valor Unitário / Valor Total / Descontos / Valor Final
 
Condições Comerciais
Data da proposta (dia/mês/ano)
Validade da Proposta
Data de Entrega dos produtos / Duração da prestação de serviço
 
Garantia de Serviços de Instalação (se for aplicável)
A garantia do serviço de instalação é válida por ___ dias a contar da data de instalação. 
 
Agradecemos a oportunidade. 
 
Atenciosamente, 
Nome de quem assina a proposta
Contatos comerciais
Contato da empresa no geral (logo, endereço, site, telefone) 



Modelo 3  - misto de produtos e serviços  

Logo da Empresa
Número da Proposta
Data de envio da proposta
Ao/ À __________________(nome da empresa cliente)
Aos cuidados de ______________ (nome da pessoa que recebe a proposta)
 
(Texto personalizado)
Prezados/as, apresentamos nossa proposta de ________________________ (nome do produto a ser entregue ou do serviço a ser prestado):
 
Tabela 1 (informações dos produtos ofertados)
Código Produto / Descrição / Complemento / Quantidade / Valor Unitário / Valor Total / Desconto / Valor final produtos
 
Tabela 2 (informações dos serviços atrelados)
Código Serviço / Descrição / Complemento / Quantidade / Valor Unitário / Valor Total / Desconto / Valor final Serviços
Valor total da proposta: 
 
Condições Comerciais
Forma de Pagamento: 
Validade da proposta:_______ dias. 
Prazo de entrega: 
 
Atenciosamente, 
(Nome do vendedor/a)
Depto. Comercial
Telefone:
Email:
Site:



Modelo 4 - bem descritiva
 
Logo da Empresa
 
Cidade, dia, mês, ano
Número da proposta
 
Nome da empresa Cliente
A/C (nome do profissional que recebe a proposta)
E-mail:
Telefone:
Endereço:
 
PROPOSTA COMERCIAL
 
Nome do Produto Ofertado
(Descrição dos produtos e/ou serviços a serem entregues/prestados)
Número de Referência do produto  
Nome do Produto
A que se destina o produto / formas de funcionamento
Características do produto
Imagens / Protótipos
 
Sobre nós
(Informações sobre a empresa)
Nome, breve histórico, informações que transmitam credibilidade.
 
Descrição dos Produtos / Serviços (tabela)
Código Produto / Descrição / Complemento / Quantidade / Valor Unitário / Valor Total / Desconto / Valor final produtos
 
Valor total da proposta: 
 
Condições Comerciais
Condições de Pagamento: 
Os prazos de entrega:  
Frete CIF 
Impostos: 
Reajuste: 
Garantia:
Validade da Proposta:
 
Restrições (informações sobre o que inviabilizaria a prestação de serviço ou entrega)
 
Faturamento
(Dados da empresa prestadora para faturamento)
Nome
CNPJ
Inscrição Estadual
CCM
Endereço
Telefone
 
Saudação,
 
(Assinatura com contatos do vender/a)

 
Estes são apenas modelos que você pode deixar pré-redigidos e somente atualizar com os dados dos potenciais clientes e dos produtos e serviços ofertados na Proposta. 

Se você ou sua empresa utiliza um software de gestão integrada, pode redigir essa proposta no sistema e configurar os dados que são personalizáveis. Confira mais dicas de como criar uma proposta comercial automatizada aqui neste texto


Por hoje é só! Bons negócios e até a próxima. 

 

https://www.erpnow.com.br/?utm_source=blog.erpnow.com.br&utm_medium=referral&utm_campaign=BannerFimdePost

O Cliente como centro da estratégia

O Cliente como centro da estratégia



by Equipe ERPNOW - 09/12/2021


Pode parecer estranho, mas algumas empresas simplesmente esquecem que precisam vender para sobreviver. Sem Clientes não tem empresa. Seja ela pequena, média, grande, nacional e internacional. Sem mercado consumidor não há CNPJ que se sustente. 

Se a empresa está aberta para ouvir verdadeiramente seus clientes, pode tirar desses feedbacks ideias de melhorias e, até mesmo, metas a serem atingidas. Além do básico (produto ou serviço), qual é seu diferencial que faz o seu cliente preferir a você ao concorrente?

Quando colocamos o cliente no centro da estratégia, perguntamos para ele/a, por exemplo: 

    • Quanto tempo é aceitável esperar para ser atendido?
    • Em que horários o chat de atendimento é mais necessário para plantões
    • Qual forma de apresentação do produto é a melhor?
    • Quais são as dúvidas mais comuns de nosso SAC que podem ser melhor explicadas em nosso site, manuais, etc?

Estes questionamentos são especialmente úteis na elaboração de metas operacionais. 

Desta forma, olhamos para o/a cliente como o ponto principal em nossa oferta de produto, agregando valor e serviços em vendas antes ordinárias. Colocar o cliente no centro da estratégia possibilita a empresa conhecer melhor o perfil de seus consumidores e estreitar a relação com eles. A fidelização do cliente é mais rentável do que conquistar um novo. 

Além de conhecer profundamente o cliente para desenvolver esta estratégia, é preciso acompanhar a jornada dele pelo seu negócio (pesquisa, prospecção, orçamento, entrega e pós venda) e as métricas que podem surgir nesse caminho. Vai da natureza da sua empresa, da sua rotina e possibilidades de acompanhamento de dados para definir e acompanhar métricas que revelem como está o relacionamento dos seus clientes com a sua empresa. Por exemplo:

  1. Quantas vezes o cliente volta à sua loja (ou te contrata novamente)?
  2. Qual o tempo de espera de atendimento do seu cliente?
  3. Como e quando ele entra em contato com você para pedir um orçamento ou fazer uma contratação?
  4. Para comprar ou serviços recorrentes, o pagamento é feito em dia? Há atrasos, qual a natureza do "não-pagamento˜?

Traçado o perfil do cliente, para seguir nessa estratégia é preciso também treinar os colaboradores para prestar um atendimento de excelência e mapear situações onde o serviço pode ser prestado de forma ainda mais cativante. 

Usar a estratégia do cliente no centro agrega valor ao serviço prestado e produto entregue, contudo, é também mais uma atividade a se desempenhar e dados para se acompanhar. Como já falamos aqui, informação é poder e pode elevar muito as vendas se usada com assertividade.

Por hoje é só! Até a próxima! 

 

https://www.erpnow.com.br/?utm_source=blog.erpnow.com.br&utm_medium=referral&utm_campaign=BannerFimdePost

Como um software de gestão integrada pode ajudar um MEI

Como um software de gestão integrada pode ajudar um MEI



by Equipe ERPNOW - 24/11/2021


A sigla MEI significa Microempreendedor Individual, trata-se de uma categoria criada para formalizar como "empresa" profissionais autônomos. Cadastrando-se como MEI na Secretaria da Fazenda, o profissional passa a ter um CNPJ e com isso benefícios e facilidades, como abrir conta PJ, comprar em alguns atacadistas, emitir notas fiscais, contratar pessoas (há limites) e ser contratado por empresas maiores.

Existem regras para ser MEI. É preciso desempenhar algumas das atividades de uma longa lista disponível no Portal do Empreendedor. Não pode faturar mais do que R$81mil por ano, ou R$6.750,00 por mês (dado de 2021); não pode ter participação em outras empresas como sócio ou titular e o limite para contratação CLT de pessoas é de uma. Fora outras regras que podem ser lidas no Portal do Empreendedor, ou neste guia do Sebrae. Super completo. 

Hoje, nosso tema não é apresentar o MEI para você, mas sim te mostrar como até mesmo um microempreendedor pode se beneficiar do uso de um software de gestão integrada. 

Vamos lá para seis razões para você aderir a esta facilidade no dia a dia.


1. Gestão de contatos e contratos

Se você já é MEI, deve trabalhar sozinho/a então, sente a dor de ter que prospectar clientes, fazer os contatos, receber briefings e fazer propostas. Além de claro, desempenhar o trabalho em si.

Agora, imagine se cada pessoa que entrasse em contato com você estivesse cadastrada (nome, e-mail, empresa) em um sistema onde você pudesse selecionar num banco de propostas pré-redigidas, enviar essas propostas e ainda receber uma notificação quando o cliente abrisse? 

Pois isso é possível com um software de gestão. Você pode cadastrar seus clientes antigos, atuais e vincular seus contatos para receber os novos. Assim, toda a prospecção e negociação fica na mesma plataforma e você acompanha a jornada do seu cliente com você.


2. Relatórios completos e personalizados   

Muito bem, venda feita, serviço prestado. Como saber que tipo de produto ou serviço você vende mais? Como saber qual a média de preço que você aplica no seu trabalho? Como saber quais épocas do ano entra mais pedido? 

Por meio de relatórios. 

Mas, além de todas as suas tarefas na vida pessoal e profissional, não podemos exigir que no final do mês você ainda conte nota por nota do que fez, quando fez, para quem fez. Por outro lado, se você utilizar um software de gestão, com alguns cliques pode gerar relatórios mais ou menos complexos do seu negócio. 

Ter essas informações organizadas e disponíveis com fácil acesso, te ajuda a direcionar melhor suas atividades e atenção. Por exemplo, sabendo qual serviço vende mais, é possível fazer mais ou menos divulgação dele. Sabendo quais épocas do ano você trabalha mais ou menos, pode planejar melhor seu ano e seus rendimentos. Informação é poder


3. Cadastramento de entradas e saídas financeiras da empresa  

Essa vantagem está relacionada com a anterior. Com um sistema de gestão integrada, você pode dar adeus para planilhas infinitas de contas e gastos. 

Essas informações vão "morar" no seu sistema e com isso ele  organiza todos os valores que entram e saem, ou seja, os pagamentos que são feitos para você - pelos seus clientes - e aqueles que você faz (como contas de luz, água, aluguel, impostos, fornecedores, etc).

Mais uma vez, informações organizadas para você verificar onde estão seus gastos e investimentos e em que "frentes" precisa atuar para equilibrar a saúde financeira do seu negócio.


4. Emissão de notas fiscais 
 
Esta vantagem é muito especial. Você pode pensar que não precisa de um sistema para gerar notas fiscais pois o site da prefeitura da sua cidade já é um sistema onde você gera notas fiscais, certo? 

Certo. Mas, o site da prefeitura te mostra para quais clientes você emitiu as notas? O site da prefeitura te fala à qual proposta enviada a nota fiscal se refere? Parece que não…Mas isso porque o site da prefeitura foi criado para gerar notas e só. Gerir o seu negócio é com você, facilitar o seu trabalho é com o sistema de gestão integrada. 


5. Integração com bancos 

Se você já é MEI sabe que pode abrir uma conta corrente como PJ no banco. Um software de gestão integrada pode te ajudar na comunicação com a instituição bancária que você utiliza. Isso significa integrar recebimentos. Essa integração, entre outras coisas, permite que você emita boletos para pagamentos pelo seu sistema.

Ou seja, muitas atividades, um só login. 


6. Módulo de Cobrança 

O assunto é polêmico, mas precisamos falar sobre ele. Cobrar. Cobrar não é errado. Se você não fizer o serviço acordado, ou não entregar o produto comprado, o seu cliente vai te cobrar.

A mesma coisa se algum cliente não te pagar. Você precisa ter meios de cobrá-lo. Por isso que alguns sistemas de gestão integrada possuem módulos de cobrança mais simples - do que os softwares dedicados à cobrança mesmo. 

Utilizando um módulo de cobrança você pode cadastrar os clientes que precisam te pagar e definir uma sequência de ações a serem efetuadas pelo sistema com o objetivo de reaver os valores, por exemplo: 1 dia de atraso > enviar um e-mail com o lembrete, 1 semana de atraso > enviar um e-mail e uma SMS, 30 dias de atraso > agendar uma ligação.

São ações relativamente simples, mas que você como pessoa autônoma e responsável por toda a empresa pode não ter tempo e mesmo cabeça para planejar e executar. 


Razão extra:  Informações na nuvem por um preço acessível 

Você não leu errado. Essa é uma dica bônus!

Todas as informações da sua empresa estarão salvas na nuvem. Isso significa que mais do que estar acessível de qualquer lugar com conexão à Internet, elas estão seguras. Estão em servidores seguros ao redor do mundo e não somente nos arquivos offline do seu computador. 

A melhor parte é que todos os benefícios de ter um sistema de gestão integrada, online, ágil e seguro estão à sua disposição. 

Fora que as suas informações organizadas te fazem economizar no decorrer dos meses, equilibrando entradas e saídas. 

Por hoje é só! Até a próxima!

 

https://www.erpnow.com.br/?utm_source=blog.erpnow.com.br&utm_medium=referral&utm_campaign=BannerFimdePost


Copyright © 2014 ERPNOW - Sistema de Gestão Empresarial Online
Bloggertheme9